Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Voltar para: Página Inicial ComunicaçãoComunicação NotíciasNotícias Página InicialEm congresso da ABCR, Medaglia fala sobre importância da EPL para concessões
Acesso à Informação
Institucional
Atividades Finalísticas
Legislação
Comunicação

Em congresso da ABCR, Medaglia fala sobre importância da EPL para concessões

12 de setembro de 2017

Em congresso da ABCR, Medaglia fala sobre importância da EPL para concessões

O diretor-presidente da EPL, José Carlos Medaglia Filho, participou, na manhã desta terça-feira (12), da abertura do 10º Congresso da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR).

Durante a cerimônia inicial do evento, Medaglia relembrou o importante papel da EPL para trazer previsibilidade às concessões de infraestrutura do país.

Para o diretor, o trabalho realizado pela empresa atende os anseios dos operadores e permite que as concessionárias possam se planejar.

A recente vinculação da EPL ao Programa de Parcerias de Investimentos também foi destaque na fala do diretor. Segundo Medaglia, com o PPI a EPL pode atuar além do planejamento, em ações de curto prazo.

“Também trabalhamos em prol de impor soluções pontuais. Estamos avançando nessa direção a passos seguros. Tenho a convicção de que nós ainda não estamos no patamar desejado. Com essa mesma convicção eu posso afirmar que nós estamos no caminho certo.”

Prazo maior para duplicações

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, também esteve no congresso e anunciou mudanças nos contratos de concessão de rodovias.

Segundo o ministro, o governo está concluindo o texto de uma medida provisória que prevê a possibilidade de aumentar para até 14 anos o prazo para duplicação das rodovias.

Quintella informou ainda que as concessionárias terão que concordar com a redução no prazo de concessão ou então com um corte no valor do pedágio cobrado dos motoristas que passam pela rodovia que administram.

De acordo com o ministro, o texto da MP já está na Casa Civil e pode ser publicado até sexta-feira (15).