Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Voltar para: Página Inicial ComunicaçãoComunicação NotíciasNotícias Página InicialEmpresa chinesa quer investir em Trem de Alta Velocidade no Brasil
Acesso à Informação
Institucional
Atividades Finalísticas
Legislação
Comunicação

Empresa chinesa quer investir em Trem de Alta Velocidade no Brasil

21 de junho de 2016

Empresa chinesa quer investir em Trem de Alta Velocidade no Brasil

Durante reunião na sede da EPL, o diretor da China Railway Construction Corporation (CRCC) Zhao Jianping deixou claro o potencial da parceria entre a China e o Brasil. "Nossa empresa tem todo o interesse em colaborar com o governo brasileiro para viabilizar obras de infraestrutura no país."

Jianping ainda destacou o papel fundamental da EPL para a viabilidade dos projetos. “A EPL, como uma empresa de planejamento, é muito importante para que os interessados possam encontrar as melhores soluções e opções de investimento.”

Para o diretor-presidente da EPL, Eduardo de Castro, a proposta da empresa estatal chinesa em cooperar com projetos de magnitude demonstra que o governo brasileiro possui a capacidade de atrair parceiros para a retomada de investimentos na infraestrutura brasileira.

 

TAV

Entre os projetos citados pelos representantes da empresa chinesa, o Trem de Alta Velocidade entre Rio de Janeiro e Campinas foi um dos destaques durante a reunião.

Para o diretor geral adjunto da CRCC Brasil, Huang Xin, o trem-bala é economicamente viável e representaria “um mundo completamente novo na infraestrutura brasileira”.

Eduardo de Castro ressaltou que a EPL tem corpo técnico pronto para atender a demanda, mas que a definição do andamento do projeto se dará ao nível do Governo Federal. “Entendemos que o trem-bala é um projeto factível, possível e importante, mas a diretriz será deliberada pelo secretário executivo do PPI (Programa de Parcerias de Investimentos), Moreira Franco.”

O diretor de planejamento da EPL, João Victor Domingues, lembrou que atualmente empresa também trabalha para atualizar alguns estudos já feitos sobre o Trem de Alta Velocidade e na modernização de alguns conceitos.