Seu navegador não suporta javascript!

EPL - Empresa de Planejamento e Logística S.A.
Empresa de Planejamento e Logística S.A.

Acesso à Informação
Institucional
Atividades Finalísticas
Legislação
Comunicação

EPL AVANÇA NA ERA DA GESTÃO DO CONHECIMENTO

A ideia da concepção de um Observatório Nacional de Transporte e Logística no Brasil nasceu com a criação da Empresa de Planejamento e Logística - EPL, em agosto de 2012. Mas foi em 2015, com a realização do 1º Seminário “Observatório Logístico de Transporte, Experiência Internacional”, o qual reuniu, na sede da empresa, especialistas nacionais e internacionais que foram apresentadas as melhores práticas em observatórios de transporte disponíveis no mundo.

A necessidade de um planejamento integrado da logística nacional impôs a criação de um banco de dados seguro, que permitisse os possíveis cruzamentos desses dados, gerando Informações, indicadores, métricas, análises de tendências e simulações, cujo conhecimento gerado facilitasse o planejamento, o controle, a coordenação e o processo decisório do setor público e privado.

Por outro lado, uma iniciativa de tal magnitude, a construção de um Observatório Nacional de Transporte e Logística - ONTL, certamente deveria se prestar não só a atender as demandas internas da EPL, mas sim para criar uma significativa interação com o público externo, que poderia trazer suas demandas, preocupações e expectativas referentes ao Observatório. Com isso, a EPL passa a ser efetivamente um grande gestor de informações de logística e transporte, prestando um serviço relevante de utilidade pública, com reflexos importantes para a economia nacional.

Esse olhar sobre o Observatório impõe uma nova organização, com a participação de atores importantes da atividade econômica, como os operadores logísticos, os industriais, os distribuidores, os transportadores, a academia e os prestadores de serviços logísticos e de serviços gerais, em que seja possível captar do próprio usuário as percepções e anseios envolvidos na construção de um Observatório, com o intuito de gerar massa crítica de informações dos beneficiários, sejam eles públicos ou privados.

Atualmente o Observatório desenvolve trabalhos contínuos de pesquisa com bases estatísticas, permitindo a análise, identificação de fenômenos e comportamentos que influenciam ou são influenciados pela logística.

Diante de algumas pesquisas realizadas por ocasião dos Boletins Logísticos, foi possível identificar algumas rotas de cabotagem que, embora apresentassem aumento expressivo nos volumes embarcados por contêiner, proporcionou redução significativa nos preços médios de transportes. Vale aqui salientar que as rotas do Sul para o Nordeste proporcionam, dentre outros ganhos econômicos, uma redução na quantidade de caminhões circulando nas rodovias.

Observou-se, também, uma melhor distribuição de carga embarcada nos portos do país, fazendo com que, regiões antes pouco abastecidas com infraestrutura portuária, pudessem desenvolver fluxos logísticos perenes, contribuindo, inclusive, para o desenvolvimento regional.

Enquanto suporte informacional ao Plano Nacional de Logística da EPL (PNL), esse que dá apoio técnico-metodológico aos projetos que serão qualificados no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), os produtos do ONTL procuram validar e apoiar as premissas e hipóteses estabelecidas deste plano estratégico nacional.

A intenção da EPL é que o ONTL, além de gerar e disseminar informações, se preste ao fomento da cooperação interinstitucional e a articulação público-privada, a atração e o desenvolvimento de conhecimento de especialistas, a realização de diagnósticos estratégicos para priorização de investimentos, a identificação das cadeias logísticas chave para o País, às questões e desafios mais urgentes dos corredores logísticos, a atração da academia para a discussão do setor logístico nacional e as alianças e “sócios” que devem ser incorporados ao Observatório.

Desta forma, a EPL vem realizando sistematicamente seminários técnicos que, a partir de setembro/2017, inserem-se no âmbito da Carta de Acordo do Projeto PNUD BRA 13/013, viabilizando o intercâmbio de experiências entre a EPL e o Governo da Espanha. Por meio desse Acordo com a empresa de Ingeniería y Economia del Transporte – INECO, empresa pública vinculada ao Ministério do Fomento da Espanha, será possível operacionalizar os produtos do Observatório Nacional de Transporte e Logística – ONTL.

Esses Seminários reúnem diversas Instituições ligadas ao setor de logística e transporte e do setor econômico, dentre elas a ABCR, ANAC, ANP, ANTAQ, ANTT, CNI, CONAB, DATAPREV, DNIT, DNPM IBGE, INFRAERO, IPEA, MCidades, MME, MTPA, MDIC, UCB, UNB e VALEC e visam fortalecer as parcerias institucionais constituídas em torno do Observatório, disponibilizando  informações e promovendo sua atualização metodológica.

Com a abrangência nacional do Observatório, o governo poderá dar destaque, no futuro, ao fomento da criação dos Observatórios Regionais que com a agregação de dados e informações dos três níveis de governo (federal, estadual e municipal), que permitirá uma maior disponibilização de informações para difusão a um maior número de beneficiários.

A EPL entende que o grande desafio desencadeado na consolidação do ONTL concentra-se, no momento, no aprimoramento do um Sistema Nacional de Informações Logísticas e na agregação de outros “atores” e “sócios” que permitam a identificação de demandas de um espectro maior de utilidades oferecidas pelo Observatório. O objetivo é proporcionar a interligação de regiões, incorporando novas alternativas de modos de transporte que torne o fluxo de cargas e passageiros o mais eficiente possível, dinamizando a economia das regiões, melhorando a competitividade das empresas, criando empregos e viabilizando a eficiência das atividades logísticas.